terça-feira, 17 de julho de 2018

 

ACIDENTE NO ELEVADO DE BACABEIRA FAZ DUAS VÍTIMAS FATAIS


Se não bastasse o elevado ter comprometido a parte estética da cidade, o viaduto de Bacabeira desde que foi inaugurado, vem sendo um ponto de constantes acidentes, como é o caso de uma colisão envolvendo uma motocicleta de cor preta, placa NXG 0275 e um caminhão de cor amarela, placa HPI 6198, ocorrido na tarde desta terça-feira (17), no Km 51 da BR 135, onde resultou na morte de marido e mulher, que trafegavam em uma moto sentido sede ao povoado Pequi. 


O motorista do veículo de carga por nome Cosme, morador das proximidades, afirmou a Polícia Rodoviária Federal, que realizava uma manobra para entrar na rodovia federal, quando sem perceber, acabou fechando o condutor da moto. 

Com a batida, Aline do Espírito Santo Silva Lima, de aproximadamente 37 anos, morreu ao se posicionar em baixo do caminhão. Já o companheiro identificado apenas por José Roberto, ainda chegou a ser socorrido, mas veio a óbito minutos depois de dá entrada em um Hospital de São Luís.

O casal deixa três filhos, todos menores de idade. 

Moradores que passam pela área constantemente reclamam da falta de sinalização, e isso faz com que os condutores abusem da velocidade permitida.


A prefeita de Bacabeira, Fernanda Gonçalo,  já havia protocolado pedido junto ao diretor do DNIT no Maranhão, Geraldo de Freitas Fernandes, que o orgão faça a imediata sinalização e iluminação do viaduto, bem como em seu entorno, além de melhorias estruturais que possibilitem o fluxo de veículos e pessoas de forma segura no local. Diante da solicitação, uma reunião está marcada para a próxima quinta-feira (1'9).





Compartilhar:
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário